Mamoplastia Redutora Riscos: Como Evitá-Los?

Ao buscar sobre mamoplastia redutora riscos, os pacientes encontram diversas condições que devem ser analisadas com cuidado e principalmente, para tomarem as medidas corretas para não sofrerem com esses riscos.

Apesar disso, sabe-se que a cirurgia para redução do tamanho dos seios é uma necessidade para muitas mulheres que sofrem com doenças e complexos devido ao excesso de volume mamário.

Assim, os pacientes submetidos a esta cirurgia estética deseja obter menores seios, ajudando no aumento da autoestima e proporcionando uma melhor qualidade de vida.

Portanto, saiba quando fazer a mamoplastia redutora, como evitar os riscos e descubra quais são os cuidados para seguir após a cirurgia.

 

Quando fazer uma redução de mama? Entenda sobre mamoplastia redutora riscos e saiba como evitá-los

Normalmente, os candidatos a uma redução de mama são mulheres que possuem um tamanho e volume maior na região dos seios. Com isso, esses pacientes sofrem com dores frequentes na coluna, pescoço e ombros.

Além disso, os seios grandes geram desconforto e podem afetar a autoestima da mulher, causando problemas psicológicos.

Dessa forma, a redução das mamas pode ajudar a melhorar a qualidade de vida desses pacientes e constitui em uma das cirurgias plásticas mais satisfatórias.

  • Além disso, as mulheres que realizam a mamoplastia redutora podem não apenas modificar o volume da mama, mas também o tamanho da aréola – que geralmente aumenta à medida que a mama se desenvolve.

Assim, cabe ressaltar que, em todos os casos, o mamilo, a aréola e o tecido mamário são remodelados em uma posição nova e correta, superior à anterior.

Portanto, se você sofre com essas condições citadas, você pode frequentar um médico especialista em cirurgia plástica e realizar o procedimento, obtendo seus benefícios.

Cuidados após redução de mama

A recuperação após a redução da mama é progressiva e fácil. Assim, o paciente submetido a esta operação de cirurgia estética deve levar em consideração as seguintes indicações para evitar os riscos da cirurgia:

  • Não praticar exercícios físicos e carregar peso.
  • Dependendo do tipo de cirurgia que foi feita, a reincorporação será mais ou menos rápida. Assim, em uma semana, ela pode retornar à sua atividade diária, como trabalho ou escola, sem exigir esforço físico.
  • Tomar banho com água morna é adequado a partir do segundo dia de pós-operatório, embora deva evitar banhos longos ou água excessivamente quente. Em todos os casos, deve-se tomar cuidado para não molhar os curativos.
  • Realize check-ups com seu médico para garantir que o pós-operatório esteja seguindo seu curso de cicatrização normal.
  • Siga as indicações farmacológicas e aplique ou tome os medicamentos para redução de mama indicados.

Um tratamento é prescrito para melhorar ao máximo a qualidade das cicatrizes e garantir que elas passam praticamente despercebidas – dentro das margens possíveis – condicionadas pela capacidade de cicatrização de cada paciente.

  • O sol deve ser evitado nas cicatrizes por pelo menos um ano.
  • O paciente não deve fumar antes, durante ou após a redução da mama – isso porque o tabaco impede a oxigenação e a chegada de nutrientes à pele da área operada, retardando a regeneração dos tecidos da cicatrização.

Onde fazer a cirurgia de redução de mama e como saber se estou adequou a ela?

As pessoas ideais para realizar a mamoplastia redutora são as mulheres cujos seios grandes estão causando problemas de saúde.

Também, é importante que os pacientes entendam os detalhes e os riscos associados a este procedimento. Além disso, eles devem ter expectativas realistas para ficarem satisfeitos com os resultados de sua cirurgia.

Assim, contar com um profissional qualificado é fundamental para evitar qualquer questão relacionada a mamoplastia redutora riscos. Portanto, confira o site do Dr. Rummennig Albuquerque e garanta uma cirurgia segura!

Sobre Fice

Veja Também

Mamoplastia Redutora Previne O Câncer

Mamoplastia Redutora Previne O Câncer?

Ao se questionar: “ mamoplastia redutora previne o câncer? ”, cabe ao paciente se informar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *